A Mcdonaldização da sociedade

George Ritzer, professor de sociologia da universidade de Maryland e autor do livro “A mcdonaldização da sociedade” surpreendem-nos com a sua teoria na qual exprime idéias que revelam de forma clara o nível de comprometimento da sociedade com o sistema de produção da cadeia de alimentos Mcdonald.

No livro Ritzer revela que o fundamental problema com este sistema é que este não precisa de pessoas criativas, seja no balcão ou nos caixas. Não necessita de um bom cozinheiro de hambúrgueres, basta que este siga o script. Este sistema, portanto, tira toda a criatividade das pessoas e torna-se desumano. A tendência é substituir pessoas robôs por robôs mecânicos.

O Mcdonald produz o que todo mundo produz, até mesmo o boteco da esquina, a diferença está em que o Mcdonald construiu o sentido do diferente com as embalagens coloridas, os palhaços, os desenhos, os bichinhos por todos os lados, criando uma falsa imagem de crianças felizes, empregados felizes, famílias felizes, mas é só no anuncio.

Ingênuos são os que pensam que a indústria de cigarros, do aço, do automóvel representa o capitalismo americano ao redor do mundo, já vai longe essa época, agora é o Mcdonald, Disney, Coca Cola.

 Portanto, no mundo todo quem entrar numa loja do Mcdonald não está apenas comprando o produto está comprando um modo de vida, o sistema, o pacote, e formando parte da América.

O processo é continuo, crianças estão nascendo dentro do sistema de Mcdonaldização, tem gente treinando, sendo iludida com os comerciais. Estas pessoas estão sendo ensinadas na maneira de comer, na maneira de como a hambúrguer tem que ser feita, o sal adequado, o gosto etc. Estas pessoas querem coisas rápidas, não tem tempo para ler jornais, querem dos professores tudo pronto, não querem construir idéias, querem diversão.

Em contraposição a estas pessoas existem dois grupos contrários à Mcdonaldização. No primeiro grupo se encontram as pessoas que nasceram antes do processo de Mcdonaldização e conhecem a diferença de outro modo de vida e aquelas pessoas que por força da sua cultura reagem ao sistema.

Mas uma vez que as pessoas que nasceram antes do processo de Mcdonaldização morrerem e outras culturas forem conquistadas restaram apenas as pessoas que fazem as coisas conforme o sistema de Mcdonaldização manda.

É obvio que o Mcdonald gasta bilhões de dólares para socializar as crianças para dentro do seu sistema, e se o Mcdonald desaparecer amanhã o processo vai continuar, não importando o nome que lhe seja dado.

O boteco da esquina ficará para a história.

About these ads

Um comentário sobre “A Mcdonaldização da sociedade

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s